PUBLICAÇÕES

18 de Dezembro de 2013


Rede Dataluta lança Relatório Brasil 2013


Fonte: http://www.ippri.unesp.br/#!/noticia/154/rede-dataluta-lanca-relatorio-brasil-2013/

A estrutura fundiária brasileira foi ampliada em 6,3 milhões de hectares entre 2011 e 2012, segundo Relatório Dataluta Brasil 2013, elaborado com base em dados de 2012. Segundo Eduardo Paulon Girardi, coordenador da pesquisa, esse dado equivale ao aumento da área rural sob propriedade ou posse de particulares. Possíveis razões para isso são o aumento de regularização de terras, avanço da fronteira agrícola e da grilagem. O Relatório Dataluta Brasil 2013, que estará brevemente na internet, resulta da sistematização de dados coletados junto aos movimentos socioterritoriais e organizações como a Comissão Pastoral da Terra. Também inclui informações coletadas no cadastro do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), Fundação ITESP (Instituto de Terras do Estado de São Paulo) e Anoter (Associação Nacional dos órgãos Estaduais de Terras), além de dados reunidos pelos grupos de pesquisa que integram o Dataluta (veja abaixo). “O Relatório nos traz as principais informações sobre a luta pela terra no campo brasileiro,” explica Girardi. Concentradas no Centro-Sul e no Nordeste, as ocupações entre 1988 e 2012 somam 8.789 com 1.221.658 famílias envolvidas. Em 2012, foram 253 ocupações, das quais participaram 23.145 famílias. Segundo Girardi, ocupação é quando um movimento socioterritorial monta suas barracas reivindicando a criação de assentamentos, seja pelo Incra ou por institutos de terras nos estados.



Webkeepers