PUBLICAÇÕES

26 de Setembro de 2012


Agronegócio e pobreza relativa crescem juntos no interior paulista


Fonte: http://www.unesp.br/noticia.php?artigo=9074#

Cidades do Estado de São Paulo em que houve elevada expansão agrícola também assistiram a um forte crescimento da pobreza relativa, que é a incapacidade do cidadão de viver de acordo com o custo de vida local. É o que indica uma pesquisa da Unesp de Presidente Prudente que criou um conjunto de 50 mapas intitulado São Paulo Agrário, com dados de 1990 a 2008. O mapeamento apontou ainda concentração de casos de violência no campo em áreas onde houve essa expansão (confira aqui e aqui os mapas que abordam esta questão detalhadamente). O estudo fez também uma análise da cobertura da imprensa escrita sobre o tema nesse período, indicando um papel decisivo dos jornais na desqualificação dos movimentos agrários populares. O autor é Tiago Egídio Avanço Cubas, que teve orientação do professor Clifford Andrew Welch. A dissertação de mestrado foi defendida em agosto, e parte do trabalho foi iniciado já na graduação, com financiamento da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). O trabalho reuniu dados sobre concentração de renda; pobreza relativa dos municípios paulistas; produção agrícola; expansão das culturas da cana, soja e laranja, além da pecuária; ocupação de terras; e mortes por conflitos no campo. Leia mais: http://www.unesp.br/noticia.php?artigo=9074#



Webkeepers